Cresce a onda de raptos em Luanda e as mulheres são as principais vítimas

Compartilhe

Os desaparecimentos e raptos que se registam nos últimos meses têm inquietado a sociedade.

Com base em redes sociais, o mês de Novembro foi o que mais registou casos de desaparecimentos podendo alestrar-se ate mesmo no início do mês de Dezembro.

Apesar de estar em andamento a operação resgate, os numeros de pessoas que diariamente procuram os seus familiares atráves das redes sociais e outros meios tem crescido e a população vê-se mais uma vez obrigada a movimentar-se com receio nas ruas de Luanda com medo de serem raptados.

Muitos dos desaparecidos acabam por aparecer ja sem vida como é o caso dos 3 jovens em viana raptados e posteriormente encontrados mortos e o caso da Advogada morta pelo proprio marido e atirada na fossa da casa.

Aguarda-se entretanto o pronunciamento da polícia para explicar como tem encarado estes casos e quais são as medidas que deverão ser tomadas para reduzir o índice.

Comentários no Facebook
Compartilhe