OMS sinaliza o perigo da COVID-19 no “inverno”

Compartilhe

O diretor-geral, Tedros Adhanom Ghebreyesus, reiterou que ainda não se sabe o quanto eles podem disseminar a doença. Diretor de emergências, Michael Ryan, também comentou sobre a chegada do inverno no Hemisfério Sul e como isso pode influenciar o espalhamento do novo coronavírus.

Na segunda-feira (8), a líder técnica da entidade, Maria van Kerkhove, afirmou que a Covid-19 só era transmitida “raramente” por pessoas sem sintomas. A fala, entretanto, foi criticada por pesquisadores.

Na terça (9), entretanto, ela e o diretor de emergências da organização, Michael Ryan, explicaram que essas pessoas transmitem, sim, a doença – o que não está claro, ainda, é o quanto.

O diretor de emergências da organização, Michael Ryan, respondeu a uma pergunta sobre a chegada do inverno na América do Sul e uma possível piora na disseminação do novo coronavírus.

A Opas, braço da OMS nas Américas, sinalizou que a estação traria dificuldades no combate à doença.

LEIA MAIS NO JORNAL IMPRENSO.

Comentários no Facebook
Compartilhe