JES é arrolado no Caso “500 milhões de doláres”

Compartilhe

Redação: Matias Daniel

O caso que já vem se arrastando desde 2018, ganhou asas nos últimos dias com o início do Julgamento dos acusados, Zenu (EX- Fundo soberano) e Walter Filipe (Banco Nacional), tendo já sido chamado para declarar, o antigo chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos.

A solicitação foi feita pelo advogado de defesa do ex-governador do BNA, Sérgio Raimundo, no início do julgamento por uma alegada transferência irregular de 500 milhões de dólares (452 milhões de euros) de fundo soberano, e aceite pelo juiz João Pitra.

Por se encontrar fora do país, para questões médicas, José Eduardo dos Santos receberá via e-mail, uma série de questões, que este deve responder por escrito para determinar se verdadeiramente o Ex Presidente tem alguma coisa haver com o “caso”.

Independentemente dos resultados, a verdade é que trata-se de uma grande reviravolta que a justiça angolana está a viver.

Comentários no Facebook
Compartilhe