Realização de eleições autárquicas em 2020 com um “ponto de interrogação”

Compartilhe

Redação: Matias Daniel

A realização das primeiras eleições autárquicas previstas para 2020, pode mesmo estar sob ponto de interrogação pela fraca divulgação do processo.

Segundo a constituição da República de Angola, é da competência do Presidente da República, o anúncio oficial da realização das eleições, cabendo os seus subordinados cumprir as orientações superiores.

Eleições autarquicas, vem sendo um grande assunto nos últimos anos, mas parece ainda o processo não estar pronto para a sua efectivação, pois, denota-se a ausência de alguns pontos que podem condicionar. No ponto de vista da sua divulgação, sendo um processo novo em Angola, pode se dizer que há um ligeiro atraso em termos de campanhas principalmente de marketing, como tem sido em eleições Gerais e legislativas, onde o processo de divulgação arranca meses antes.

Marquinha Serafim, estudante universitária no Curso de Gestão e formada em Autarquias Locais pelo Instituto de Formação da Administração Local-IFAL, não acredita que este processo seja efectivado em 2020, mas ainda assim comenta que tudo pode acontecer:

“Para este ano, creio que já não será efetivada, uma vez que conhecendo o nosso país, a vontade política fala sempre mais alto e ao que parece não é esta por enquanto a vontade do governo Angolano, poderá mesmo correr o risco de ser adiada a sua realização” rematou.

Ainda assim, desconhece-se também, o modelo que será aplicado, onde a oposição reprova o gradualismo territorial, mas o partido no poder, MPLA, apoia o modelo.

Comentários no Facebook
Compartilhe