Movicel: Votada como a pior distribuidora de internet em Angola em 2020

Compartilhe

REDAÇÃO: O PRIMEIRO

Jornalista: Ngola Ntuady

Numa altura em que mundo celebrou no passado Domingo, 17 de Maio, o dia internacional da Internet, em Angola, internautas deram nota negativa à distribuidora Movicel e parabenizam a Tv Cabo pelo excelente serviço, numa enquete realizada pelo pelo diário online angolano “O PRIMEIRO”.

A avaliação foi feita na tarde de Sábado último, 16, onde mais de 100 internautas que reagiam com os seus comentários à página oficial do diário, onde foram unânimes, maioritariamente, em dar nota negativa à Movicel por estar a prestar um alegado péssimo serviço de internet.

O NOSSO INQUÉRITO

A enquete teve como objectivo alertar as distribuidoras, a necessidade de se melhorar os seus serviços de internet de modo a atender as necessidades dos seus clientes.

Segunda maior operadora no país, no seio de outras quatro distribuidoras- Unitel, Zap Fibra, TV Cabo e Angola Telecom- a Movicel foi a mais indicada como sendo a pior rede prestadora de internet nos últimos tempos, ao passo que a Unitel, sua opositora, foi considerada, de acordo com os mesmos comentários, a rede mais cara.

Face ao inquérito com mais de 100 participantes, “O PRIMEIRO” procurou ouvir outras pessoas que ainda assim, divergem nas ideias:

“A existência da Movicel, como operadora, não faz sentido algum à vida de seus clientes. Só a compram, se calhar, em casos de extrema urgência”, disse, agastadamente, João Mulungia.

Outrossim, o cantor Negro Panda, que embora reconheça ser lento, todavia, disse, por outro lado, ser uma operadora boa- a julgar pelos planos de internet e não só que ela oferece- à vida de seus clientes e, em particular a do cantor.

” Apesar da sua lentidão, Ela- Movicel- é boa. A sua lentidão entende-se, uma vez que quem a criou é um ser imperfeito”, justificou.

Vale lembrar que, dentre todas as redes, a distribuidora TV Cabo foi a mais destacada e elogiada- como a melhor distribuidora de serviços de internet- no país.

Comentários no Facebook
Compartilhe