Japão cria máscara inteligente que pode enviar mensagens

Compartilhe

A startup Donut Robotics, do Japão, desenvolveu uma “máscara inteligente” conectada à internet que pode enviar mensagens e traduzi-las do japonês a outros oito idiomas.

A máscara de plástico se conecta a aplicativos de tablets ou smartphones via Bluetooth e consegue transcrever ou amplificar a fala de quem a veste. Também é possível fazer chamadas por telefone com o objeto.

Em entrevista à Reuters, Taisuke Ono, chefe executivo da Donut Robotics, disse que a tecnologia vinha sendo desenvolvida para robôs.

“Trabalhamos duro por anos para desenvolver um robô e usamos essa tecnologia para criar um produto que desse uma resposta à maneira com a qual o coronavírus remodelou a sociedade”, disse Ono.

Segundo os desenvolvedores, os engenheiros da startup chegaram ao produto ao tentar encontrar uma solução para sobreviver aos efeitos da pandemia. Quando o novo coronavírus atingiu o Japão, eles tinham acabado de fechar um contrato com o aeroporto Haneda, em Tóquio, para guias e tradutores robóticos do terminal — produto que tem agora um futuro incerto com a crise no setor aéreo.

As primeiras 5 mil máscaras serão entregues a compradores no Japão ainda em setembro, mas Ono pretende ampliar as vendas para a China, os Estados Unidos e a Europa, onde há grande interesse no material, segundo os desenvolvedores. A ideia é que cada máscara custe US$ 40 (cerca de R$ 220).

Comentários no Facebook
Compartilhe