Brasil quer formar “especialistas” angolanos em Programação Neurolinguística

Compartilhe

O Centro Brasileiro de Programação Neurolinguística, pretende, até ao segundo trimestre do próximo ano, formar um grande número de especialistas angolanos, em matérias ligadas à Programação Neurolinguística.

A intenção foi manifestada na última segunda, em Luanda, pelo director da mesma instituição, Everton Silveira, que falava após um encontro que manteve na capital angolana, com empresários, professores, e outros técnicos interessados em aprender a Programação Neurolinguística. Este encontro se realizou no Centro Empreender Transforma que tem como missão Transformar Pessoas, Capacitar Profissionais e Desenvolver Negócios sustentáveis.

Sem avançar data, Everton Silveira, disse que a primeira formação está para breve, contanto que, nesta altura, já tem sido disseminado vários encontros e palestras a propósito do mesmo assunto em Angola.

A formação em Programação Neurolinguística, disse o especialista, comporta três diferentes níveis. O nível Practicioner, chamado Praticante, o nível Master Practicioner, e o Nível Trainer Practicioner.

A nossa intenção, prosseguiu, é fazer com que, cada vez mais angolanos tenham acesso a estes cursos. Após a formação Practicioner, disse, eles poderão se quiser, fazer a formação Master Trainer, e depois serem eles mesmos a formar novos especialistas em Angola.

A formação Practicioner, prosseguiu, tem um total de 30 horas à distância e mais 30 horas presenciais.

Para fazer a formação, adiantou igualmente, não existem requisitos acadêmicos, pois que estas formações estão abertas a quaisquer pessoas, mas há um requisito maior, que é a idade. Só é permitido fazer o curso partir dos 15 anos de idade.

Actualmente, disse Everton Silveira, o Centro Brasileiro de Programação Neurolinguística actua em vários países, tais como Brasil, Argentina e Paraguai, e agora começa a virar as suas atenções para Angola.

“E como nós somos uma das referencias de PNL no Brasil, daí decidimos trazer a mesma formação para este país, não só para as pessoas aplicarem nas suas vidas, mas também para se tornarem especialistas em PNL, actuando em Angola, tanto ajudando pessoas na área de Educação, Desenvolvimento Pessoal, Liderança, Empreendedorismo, Direito, Saúde, e outras”, disse.

Mas esta intenção, acrescentou, só será possível graças ao parceiro

em Angola, a instituição Valor Acrescido.

Desde 2007, atuando em Programação Neurolinguística, Everton Silveira é MBA em Gestão de Negócios e Marketing, Mestre em Administração, Especialista e Trainer Master Practicioner em PNL.

Comentários no Facebook
Compartilhe